quarta-feira, 29 de junho de 2011

Para esquecer um amor não existe um tempo, e muito menos um prazo. Mas é só procurar distração, tentar acalmar o coração e deixar nas mãos do tempo. Não há remédio melhor.
Dayanne Araújo.
Para esquecer um amor não existe um tempo, e muito menos um prazo. Mas é só procurar distração, tentar acalmar o coração e deixar nas mãos do tempo. Não há remédio melhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário